Saiba tudo sobre entrada no apartamento

Comprar um apartamento não é um processo exatamente fácil. Afinal, é necessário investir uma boa quantidade de dinheiro. E, mesmo que várias parcelas possam ser feitas para que o pagamento não fique muito pesado, não podemos deixar de considerar o valor de entrada no apartamento. E é justamente sobre ele que este texto da Barbarotti Imóveis fala.

Como nós — e tantos outros profissionais deste mercado — queremos ajudar a realizar seu sonho de ter um apartamento próprio, existem várias ações, especialmente dizendo respeito à entrada no apartamento, que podem ser feitas. Na sequência, nós explicamos cada uma delas.

Mostramos qual é, normalmente, o valor da entrada no apartamento; respondemos se há a possibilidade de comprar um apartamento sem dar entrada; e, por fim, damos algumas dicas práticas para adquirir o valor da entrada.

Continue a leitura e confira!

 

Qual é, normalmente, o valor da entrada no apartamento?

A inclusão do “normalmente” nessa pergunta foi por um motivo muito específico: o valor da entrada no apartamento pode variar muito de acordo com o tipo de empreendimento, com a construtora que o fez e com a faixa de renda de quem o está comprando.

Porém, normalmente, a entrada gira em torno de 20% do valor total do imóvel, ou seja, 1/5 do que será pago no total. Em um exemplo prático, um apartamento que custa R$ 200 mil costuma ter uma entrada de R$ 40 mil.

 

Posso comprar um apartamento sem dar entrada?

Essa não é uma prática muito comum, mas sim, você pode. As faixas mais baixas do Minha Casa Minha Vida, ou seja, as Faixas 1 e 1,5 (que correspondem a famílias que tem a renda mensal total até R$ 1.800,00 e R$ 2.600,00, respectivamente) apresentam esse como um dos benefícios do programa.

Contudo, ainda que isso claramente facilite o início do processo e permita que ele seja feito imediatamente, é durante sua ocorrência que os efeitos são sentidos. Isso porque o valor total deverá ser dividido entre as parcelas do financiamento, o que fará com que elas fiquem mais caras — podendo até mesmo prejudicar a renda mensal da família.

No final das contas, é tudo uma questão de escolha; dar entrada no apartamento pode não ser algo fácil, mas é algo que se compensa no futuro. Se você não tem dinheiro para isso, não se preocupe. Acompanhe o próximo tópico e veja algumas dicas práticas para juntá-lo:

 

Dicas práticas para adquirir o valor de entrada

Mesmo sabendo que, dependendo da sua condição financeira, você pode comprar o imóvel sem dar a entrada no apartamento, algumas dicas para adquirir este dinheiro nunca serão algo a ser dispensado.

A primeira delas é fazer um planejamento financeiro. Você não faz nem ideia da quantidade de dinheiro que pode ser economizada somente cortando gastos desnecessários. Sempre ir atrás das marcas mais em conta nas compras do mês e finalmente ligar e cancelar aquela assinatura que você não usa mais faz tempo são apenas alguns dos exemplos.

Além disso, outra dica mais prática é vender alguns bens da casa que não são mais usados há um tempo. Sabe aquele móvel mais antigo que só serve para apoiar objetos que nem precisavam mais existir? Ele pode ser o primeiro a ir embora.

São várias pequenas e simples soluções que ajudam a trazer um resultado considerável e que compensa imensamente no final; afinal, com elas, você finalmente poderá realizar seu sonho de ter um imóvel próprio.

 

 

E você, curtiu as dicas? Caso tenha gostado do texto e queira continuar recebendo nosso conteúdo, não deixe de seguir a Barbarotti Imóveis no Facebook e no Instagram!