Contrato digital: entenda como funciona

Que o mundo está cada dia mais tecnológico isso você já sabia. Mas você conhece o contrato digital? Essa tecnologia está presente no ramo imobiliário como uma forma de acelerar os processos de compra de um imóvel. 

No texto a seguir vamos te apresentar e tirar as suas dúvidas a respeito dessa tecnologia. Saiba o que é o contrato digital, como ele funciona e seus benefícios. Boa leitura!

 

O que é o contrato digital?

O contrato digital nada mais é do que a versão digital do tradicional contrato. E busca simplificar o complicado processo de compra e venda de um imóvel e modernizar o setor imobiliário. 

Esse processo pode parecer inseguro para algumas pessoas que não confiam completamente na tecnologia. Porém, o contrato digital é feito em uma plataforma segura e deve ser validado por uma autoridade certificadora e autenticado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Ou seja, toda a segurança do processo é garantida por órgãos federais. 

Após a validação do contrato, ele já pode ser enviado aos envolvidos via email. 

 

Quais são seus benefícios?

O primeiro dos benefícios já foi citado ao longo do texto: a segurança. Esse processo é regulamentado pela Medida Provisória 2.200-2 do Código Civil Brasileiro. Além disso, todas as diretrizes são feitas pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ICP-Brasil). 

Outro benefício bastante atrativo é que, utilizar o contrato digitalizado agiliza todo o processo. Os contratos normalmente são assinados por diversas pessoas, sendo necessário ir ao cartório — que já é por si uma atividade demorada. 

Toda essa redução de tempo pode ser utilizada em outras atividades envolvidas na compra de um imóvel. Como por exemplo, preparar a mudança para a nova casa.

Escolhendo esse método a redução dos gastos será consideravelmente alta. Além de não precisar imprimir toda a papelada, você não precisará pagar taxas de cartório. Há também as taxas de envio de documentos e muitos outros. 

No geral, o contrato digital é mais fácil. Ele dá a possibilidade de um processo mais fácil, rápido e seguro. Ainda por cima, ajuda na sustentabilidade, por não precisar de diversos papéis. 

 

Como ele funciona?

Já falamos alguns dos passos do contrato digital, mas para não ficar mais dúvidas, vamos explicar exatamente como ele funciona.

Primeiramente, o contrato deve ser produzido pela imobiliária que você escolheu para te acompanhar e ajudar na compra. Ela deve realizar o processo como de costume. Preencher os valores, especificar os detalhes do imóvel, entre outros.

Depois é o momento de envio para os envolvidos. O contrato é adicionado a uma plataforma, normalmente da própria imobiliária, e de lá, todos podem visualizá-lo. Para acessar o contrato, os envolvidos recebem uma senha, garantindo a segurança. 

Depois de recebido, deve ser assinado eletronicamente nos locais indicados. Assim que todos assinarem, a imobiliária é alertada e o processo de compra segue normalmente.

 

Viu como é muito mais fácil utilizar o contrato digital para a compra ou venda do seu imóvel? Utilizar a tecnologia traz apenas benefícios. Para receber mais conteúdos informativos como esse, nos siga em nossas redes sociais: Facebook e Instagram.