Conheça as vantagens e desvantagens do leilão de imóveis

O leilão de imóveis é uma prática ainda muito utilizada para adquirir imóveis atualmente. Muitos ainda têm dúvidas do seu funcionamento e da sua segurança. É por isso que no texto de hoje vamos esclarecer as principais dúvidas relacionadas ao leilão de imóveis e suas vantagens e desvantagens.

Confira!

 

Como funciona o leilão de imóveis?

O leilão de imóveis funciona, basicamente, como uma venda aberta ao público. Todos os interessados por um imóvel, se reúnem e simultaneamente disputam, competindo entre os preços.

Existem dois tipos: os judiciais e os extrajudiciais. O judicial é o mais comum e consiste na oferta de imóveis que foram hipotecados pela Justiça, como uma forma de pagamento de dívidas. Ou seja, o dono do imóvel usou sua propriedade para quitar sua dívida. E, com a propriedade sob tutela do Governo, o mesmo o leiloa para quem estiver interessado em comprá-lo.

Já o leilão extrajudicial não tem nenhuma ligação com a Justiça. Ele reúne todas as propriedades que tiveram pendências econômicas com seus antigos donos. Essa pendência pode ser, por exemplo, o abandono do financiamento.

Há diversas formas de realizar os leilões. Eles podem ser presenciais, online, ou misto. 

Cada participante deste evento de compra dá o seu lance, ou seja, oferta o quanto está disposto a pagar pelo imóvel. Normalmente todos têm o mesmo método de lances: o mínimo e o livre. O lance mínimo, como o próprio nome sugere, é o menor preço que pode ser pago pela propriedade. Esse lance é definido pelo leiloeiro.

O lance livre vem depois do lance mínimo. Cada pessoa define o seu lance livre, que deve ser sempre maior do que o lance anterior. 

 

Vantagens

A principal, e melhor, vantagem ao adquirir um imóvel por essa modalidade é a economia. Os imóveis ofertados em leilões costumam sair mais baratos do que da forma tradicional. Normalmente, as ofertas costumam ser até 40% menores do que o preço no mercado imobiliário. 

Outra vantagem bastante atrativa é a grande variedade de lotes ofertados. Isso se deve ao fato de que cada vez mais pessoas estão adotando essa medida. A economia de tempo é outra vantagem que pode ser encontrada. 

 

Desvantagens

As desvantagens que podem aparecer no caminho de quem decide participar de um leilão de imóveis são os possíveis riscos. Essas desvantagens acontecem, principalmente, em leilões extrajudiciais.

Uma dessas desvantagens é a impossibilidade de visitar o imóvel, o que para alguns compradores é um requisito importante. Apesar das fotos apresentadas, algumas irregularidades da casa ou apartamento podem estar sendo omitidas. Alguns danos, que terão que ser reparados pelos compradores, implica no aumento das despesas.

A possibilidade de que o imóvel comprado ainda esteja sendo ocupado é grande. Cerca de 80% das propriedades leiloadas ainda estão sendo ocupadas pelos antigos inquilinos. Com isso, será preciso que uma carta de arrematação seja enviada para a Justiça, o que costuma demorar.

Quem conhece bastante essa modalidade afirma: é preciso ter certa experiência antes. Para ter uma boa experiência, é preciso bastante pesquisa, planejamento e cuidado.

 

 

Se você procura uma compra rápida e segura, a melhor opção é confiar em uma imobiliária para adquirir seu imóvel. Se for esse for o seu caso, acesse o nosso site e confira nossa carteira de imóveis. E nos siga no Facebook e Instagram para receber mais conteúdos como esse!