Como escolher o melhor imóvel para a família

Escolher o melhor imóvel para a família é uma tarefa um tanto assustadora para muitas pessoas, pois há um elevado grau de responsabilidade que recai sobre os ombros dessas pessoas, uma vez que não é uma busca trivial por um cantinho para viver por um tempo… trata-se de um verdadeiro lar.

A lista de preocupações que cada comprador deve ter é longa, mas certamente manejável com a filtragem correta de prioridades

Encontrar o melhor imóvel para a família envolve a realização de uma análise das condições materiais do imóvel, da composição da sua família e do bairro em que o imóvel se encontra.

Mas e você? Está buscando um material que compile tudo o que você precisa saber para escolher o melhor imóvel para a sua família? Então confira o texto que nós da Barbarotti Imóveis preparamos para te ajudar ao longo de todo esse processo!

Boa leitura!

 

4 passos para escolher o melhor imóvel para a família

 

1. Trace planos a longo prazo

Diferentemente de adquirir um imóvel para você mesmo, a escolha de um imóvel para a família envolve pensar além de si mesmo. Por mais óbvio que possa parecer, essa questão é parte de um problema maior enfrentado pela maioria dos casais: a má comunicação acerca do futuro.

Se você e seu parceiro ou sua parceira estão com o futuro da relação acertados, a procura por um lar fica muito mais fácil. Se a conversa sobre ter ou adotar filhos já foi tida e um planejamento financeiro para os próximos anos já foi elaborado, será mais simples ainda procurar pelo melhor imóvel para a família.

Este é um princípio básico de planejamento, mas que é ignorado por muitos casais na hora da procura pelo melhor imóvel para a família, pois acabam focando muito mais nos seus desejos individuais ou coletivos do que nas necessidades práticas e materiais da família.

Portanto, garantam que a compra do imóvel seja parte do planejamento de futuro da família, não o seu destino final. 

Procure por apartamentos com uma metragem e quantidade de quartos que seja condizente com o tamanho da sua família, em condomínios que oferecem lazer e entretenimento para os pequenos, como brinquedotecas, quadra de esportes, piscina, etc.

Já se a família contar com membros felinos ou caninos, é essencial a procura por um imóvel que aceite pets — e melhor ainda se houver espaços dedicados a eles no próprio condomínio.

 

2. Tenha calma e siga o planejamento

A animação é grande quando finalmente decidimos comprar um imóvel para nós e nossos entes queridos, mas sempre devemos ter em mente os limites estipulados pelo planejamento financeiro

Pode ser muito tentador ir um pouco além do orçamento por uma casa um pouco mais cara, mas que se adeque melhor aos desejos dos membros da família, mas o perigo que isso representa a longo prazo, especialmente no atraso das parcelas do financiamento, é de fato muito grande.

Portanto, tenha em mente que a sua casa ideal te aguarda, e não há pressa para que você passe a morar nela. Analise com calma se é o momento certo para fazer a mudança, como está a situação financeira da família, se há a possibilidade de gastos inesperados no futuro próximo, e por aí vai.

Mesmo que você tenha certeza de que encontrou um imóvel ideal, e saiba que ele não cabe no orçamento da família, lembre-se de que não vale a pena conquistar a casa dos seus sonhos por tempo limitado

Afinal, há uma probabilidade expressiva de entrar em inadimplência e arriscar perder o seu imóvel recém adquirido.

Portanto, estipule o melhor planejamento financeiro, consulte seu banco para possibilidades de financiamento, busque uma boa imobiliária e atenha-se ao plano da família.

 

3. Escolha um bairro que contemple as necessidades da família

A procura por um apartamento ideal nunca é unitária, isto é, o tipo de imóvel e seu estado são apenas alguns elementos de um quadro maior que deve influenciar a sua decisão, e outro componente desse quadro geral é o bairro onde o imóvel se localiza.

Nesse sentido, a análise de um bom bairro para a sua família começa pelo mapeamento da rotina de todos os membros, desde o trabalho até a creche e escola dos filhos. Além disso, é interessante fazer uma pesquisa extensa sobre a reputação do bairro, especialmente para qualificar o seu nível de segurança.

No que diz respeito aos pontos de referência, é vital que haja uma quantidade razoável de pontos de serviço nas redondezas, como clínicas, hospitais e supermercados

E é claro, o lazer é um componente tão importante quanto os anteriores, então verifique se há espaços como parques, praças, shoppings, cinemas e praias perto do imóvel.

Mas vale lembrar também que na medida em que há uma ampla oferta de segurança, conforto e lazer em cada bairro, os preços imobiliários crescem. Então sempre atenha-se a essa relação de custo-benefício.

 

4. Em cada imóvel que visitar, faça análises minuciosas

O que não falta, infelizmente, no mercado imobiliário são proprietários que querem “vender gato por lebre”, como fiz o ditado. Ou seja, donos de imóveis que não desejam fazer o mínimo de reformas necessárias em suas propriedades para que possam acomodar os inquilinos com conforto e segurança.

Presença de mofo, má fiação, móveis velhos, infiltrações e até golpe são apenas alguns exemplos dos problemas e das insalubridades que podem vir com um imóvel adquirido diretamente com o proprietário, pois não há garantias de que a negociação está sendo conduzida de forma transparente.

Ao entrar em contato com uma imobiliária como a Barbarotti, você garante que a integridade do seu futuro imóvel será a melhor possível, e sem falar na integridade de transparência entregue pelo nosso time de corretores!

 

E aí? Tudo certo para começar a procura pelo melhor imóvel para a família? Então comece pela nossa lista de imóveis disponíveis para a compra, exclusivos no site da Barbarotti Imóveis! Nossos corretores estão ansiosos pelo seu contato!