Como a especulação imobiliária afeta o mercado?

A especulação imobiliária é um termo que todos que pretendem comprar ou vender um imóvel devem saber. Ela acontece quando o investimento em um imóvel é feito visando a sua futura valorização. Portanto, o investimento não é exatamente no imóvel mas sim em sua localização, que possui certa oportunidade de crescimento. 

A especulação imobiliária tem suas vantagens e desvantagens, que dependem se você está vendendo ou comprando um imóvel. No texto a seguir você irá conhecer mais sobre esse termo, como ela afeta o mercado imobiliário e suas consequências.  

Confira!

 

Como funciona a especulação imobiliária?

A especulação imobiliária é uma prática bastante comum. Ela funciona, basicamente, no investimento em um imóvel localizado em uma região propensa a valorização. Assim, o proprietário mantém esse imóvel vazio até que o local se torne propriamente valorizado. Depois, o valor dessa propriedade se torna alto, para assim, o seu preço aumentar.

Dessa forma, o proprietário recebe um lucro não proporcional ao investimento inicial. Em outras palavras, ele ganha muito mais do que pagou, pelo tempo em que o imóvel ficou aguardando a sua valorização.

Vamos dar um exemplo para deixar essa explicação mais clara. Um investidor compra um imóvel em uma região que está em crescimento. Ou seja, essa região está sendo valorizada, com comércio, escolas ou qualquer outro atrativo. Quando valorizada, ele coloca a propriedade à venda ou disponível para locação.

 

Consequências da especulação imobiliária

A especulação imobiliária com seus imóveis ociosos e preços altos, causa diversos problemas, mas também benefícios. Um dos problemas é a grande quantidade de lotes vagos. Esses lotes, costumam ficar abandonados, que por consequência da falta de cuidado, acumulam lixo e mato. 

A consequência positiva da grande quantidade de lotes vagos é, que, pela falta de opção, pessoas buscam imóveis em regiões mais afastadas. Com isso, o poder público é obrigado a levar infraestrutura para essas regiões menos valorizadas. A infraestrutura inclui saneamento básico, rede elétrica, ruas pavimentadas e internet. 

O crescimento horizontal das cidades é uma das grandes consequências deste tipo de investimento. O crescimento horizontal é aquele onde áreas antes desocupadas, se tornam ocupadas. Um problema causado por esse tipo de crescimento é o afastamento de grande parte da população de partes essenciais da cidade. 

Por exemplo, muitos, por não terem condições de comprar um imóvel em áreas valorizadas, acabam morando longe dos seus empregos. Com isso, os sistemas de transporte público acabam sobrecarregados. Essa é apenas uma consequência do crescimento horizontal desenfreado causado pela especulação.

 

Como ela afeta o mercado imobiliário?

No mundo da especulação imobiliária, o solo é o protagonista, o que dita o valor das casas e apartamentos. Com as melhores regiões da cidade repleta de imóveis vazios, quem precisa economizar nessa compra acaba sem opções.

O principal impacto que a especulação imobiliária causa no mercado, são os elevados preços. A falta de oportunidade de morar em uma região valorizada, faz com que as pessoas estejam cada vez mais indo longe para alcançar o sonho da casa própria

A especulação imobiliária é extremamente comum no mercado imobiliário. Por isso, é preciso entendê-la se você busca adquirir um imóvel. Confira no site o nosso catálogo de imóveis e encontre o que melhor atenda às suas necessidades. 

Confira também as nossas redes sociais, para não perder os nossos próximos conteúdos: Facebook e Instagram.